Como Terminar o Curso Superior Sem Estressar!

Quando se chega ao final do curso superior, além da ansiedade para concluir logo o curso, junta um misto de sentimentos que varia entre euforia e alegria.

O que não pode é transformar o seu sonho do curso superior, em um pesadelo. Pois, todo formando sente o grande peso que é a colocação no mercado logo após pegar o seu diploma.

Muitos formandos precisam até de ajuda psicológica sem falar naqueles que chegam a ficar doentes por causa da pressão e do estresse.

Mas, isso é um problema que pode ser contornado, bastando apenas criar uma rotina de atividades e passar alguns momentos de lazer com amigos, colegas e familiares.

Não se pode deixar que as pessoas sofram por causa da pressão na formação superior.

Vejamos a seguir uma lista de fatores que podem causar um grande estresse para formandos.

Trabalho de Conclusão de Curso

Durante todo o curso superior, o acadêmico faz vários tipos de trabalhos. Mas o famoso TCC, é o que mais perturba.

A preocupação já começa quando o formando descobre que existem vários tipos de TCC e não tem ideia qual o tipo certo para o seu trabalho.

Dúvida Se Escolheu a Profissão Certa.

Quantos alunos tem essa dúvida logo no final de sua faculdade? Esse é um problema bem comum entre formandos, pois, temem não gostar da profissão escolhida.

Mas, qual a profissão certa para cada pessoa? Essa é a pergunta que a resposta só depende de você mesmo.

O ideal é a pessoa fazer uma espécie de laboratório antes mesmo de fazer o seu vestibular. Com isso, a escolha pode ser bem mais acertada e fazer uma grande diferença para o futuro profissional.

Este laboratório não precisa ser de muitos dias, talvez basta um dia apenas, acompanhando uma rotina diária de um profissional.

Concorrência no Mercado de Trabalho.

Outra questão que aflige muito os formandos, é a concorrência no mercado de trabalho. Algumas profissões tem uma concorrência muito forte e exigirá muito do recém formado para conseguir uma colocação.

Mas, antes de se estressar com a concorrência, é preciso se lembrar que a maior concorrência foi vencida ao ingressar em uma faculdade. Se você conseguiu passar em vestibular ou ser classificado no Sisu.

Caso encontre uma grande concorrência, basta acreditar que você estudou e se formou com as melhores notas, aprendeu o ofício da sua profissão com maestria e tem toda a competência para autuar no mercado de trabalho.

Quanto aos demais desafios, estes devem ser vencidos no laboro do dia a dia. Sempre haverá novos desafios e você precisará superar um por um.

O Salário Será Bom? Vou Conseguir Me Manter?

Quanto ao salário, tudo vai depender de duas escolhas feitas por você. Que é a profissão escolhida e a área de atuação.

Salário da Profissão Escolhida.

Algumas profissões mesmo com um curso superior, oferecem salários bem baixos. Mas, isso não é obstáculo para que você possa ter um bom salário.

Vou pegar como exemplo a profissão de Educador Físico. É uma profissão que o salário pode varia de um salário mínimo à mais de 10 mil por mês.

Caso o educador físico busque emprego para treinar um time de futebol, pequeno e anônimo, ser instrutor em uma academia de musculação. O seu salário poderá ser bem baixo.

Estes times de futebol pequeno, geralmente não tem renda e os recursos para pagar um treinador é bem pequeno. Por isso, não podem pagar um bom salário.

As academias, geralmente recebem mensalidades que são muito sazonais, pois tem épocas no ano que os alunos somem e tem época que a academia fica superlotada.

Com essa variação, a academia pode ter poucos recursos e o instrutor receber um salário bem baixo.

Salário da Área de Atuação.

Quanto a área de atuação pode fazer uma grande diferença no salário. Vejamos o mesmo exemplo do educador físico.

Se fizer uma especialização ou pós-graduação em neuroanatomia, poderá trabalhar em hospitais ou clinicas neurológicas. O salário para este tipo de especialização pode chegar a mais de 10 mil reais por mês.

É uma área de atuação que pode fazer um grande diferencial para o educador físico.

Mas, é preciso investir tempo de dinheiro para se especializar, além de buscar a colocação no mercado.

Antes de se especializar, é preciso se informar sobre os locais que buscam por este tipo de profissional.

Será Que Serei Um Bom Profissional?

Essa é outra dúvida que causa muito estresse entre os formandos. Pois, muitos acreditam que não estão preparados para atuar na sua profissão.

Asa faculdades oferecem muito pouco sobre práticas e rotinas profissionais. Essa deficiência aca fazendo com que o profissional seja submetido a um novo treinamento antes de tornar um profissional qualificado.

É claro que não podemos exigir que a faculdade consiga simular todos os processos práticos e problemáticas de um profissional no seu dia a dia.

Mas, o estagiário precisaria ter mais acesso as rotinas diárias para conseguir mais habilidade na profissão.

É certo que algumas profissões não requerem muita prática, pois são bem teóricas. Mas algumas, requer muita habilidade. E para isso, é preciso ter muito contato com a atividade profissional.

Não Seja Estressado, Tudo Vai Dar Certo.

Não seja estressado, você será uma grande profissional e tudo vai dar certo. Não precisa ficar triste e desanimado, mas faça o seu curso direitinho e seja dedicado que será um grande profissional.

Você está na melhor fase da sua vida, por isso, não deixe que pequenas dúvidas venham transformar a sua formatura em um momento de angústia e pesadelo.

Lembre-se que você estudou muito, se preparou e ainda vai se preparar melhor quando ingressar no mercado de trabalho. Essa sua ansiedade é apenas momentânea, você vai conseguir e terá muito sucesso. Parabéns por ter chegado até o final do seu curso e agora é só alegria.